Hortofruticultura

Maçãs Belgas estão danificadas pelo sol

A Bélgica experimentou temperaturas anormalmente altas este ano. Isso provocou danos causados pelo sol a grande parte das colheitas de maçã e pêra daquele país. “Também fomos afetados significativamente”, disse Tony Derwael, da Bel ‘Export. “As maçãs sofreram especialmente , mas as pêras Comice e Durondeau também foram duramente atingidas.”

“As maçãs não foram apenas danificadas pelo sol. Na primavera, elas também sofreram danos causados pela geada. Portanto, há muitas maçãs deformadas nas árvores. Elas não foram removidas porque as árvores produziram relativamente poucos frutos este ano. Quando se soma tudo isso, sou um pouco pessimista em relação às maçãs. ”

“Em contraste, estou otimista em relação às pêras. Elas cresceram bem e são de boa qualidade. Apesar do calor, são de tamanho normal e são muitas. Ouvi dizer que as pêras nos Países Baixos são grandes, no entanto são em menor quantidade. O tamanho é importante no início da campanha. As pessoas querem pêras grandes. Mais tarde na campanha, as pêras normais são mais populares. Esperamos pelo mercado inglês, eles querem principalmente tamanhos menores. ”

De acordo com Derwael, a publicação dos números da WAPA é um marco importante. “É bom saber o que esperar da colheita. Os números que vi estão corretos. A colheita de maçã é praticamente a mesma do ano passado. Para as pêras, a diferença está na colheita italiana de Abate Fetel. Os italianos têm uma colheita normal comparada a do ano passado. ” “Mesmo assim, todos com quem falei estão otimistas sobre o mercado. Pode-se dizer que tivemos uma boa campanha. Conseguimos bons preços na segunda metade da temporada. No entanto, nunca vi produtores terem duas boas campanhas. Portanto, estamos ansiosos para ver como será a próxima”, conclui Tony.

Fonte: Freshplaza