Agropecuária

Portugal reduz abates em 4,5% no primeiro semestre

O INE divulgou os dados relativos ao abate de suínos no primeiro semestre e, sem surpresas tendo em conta as circunstâncias provocadas pela pandemia de COVID-19, regista-se uma redução de abates em 2020 por comparação com o período homólogo de 2019 de 4,5% em número de cabeças e 1,2% em volume acumulado.

Os leitões foram a classe de suínos que mais contribuíram para esta quebra, registando-se menos 15,4% de abates que em 2019.

Com naturalidades, os meses de Abril e Maio foram os mais penalizadores para a indústria de abate. Contudo, no mês de Junho já se observou um aumento do número de abates quando comparado com Junho de 2019, com cerca de mais 5.000 animais abatidos este ano.