Na primeira pessoa

” A perspetiva é que continue a haver mercado para o mirtilo nos próximos anos “

Vítor Nunes, responsável pela Beiraberry

“Embora a produção tenha aumentado a nível internacional, a procura também tem acompanhado, por isso a perspetiva é que continue a haver mercado para o mirtilo nos próximos anos.

Todos os dias há evolução, com novidades que permitem fazer uma agricultura muito mais precisa, logo mais rentável. Os próprios produtores (de mirtilo) são mais jovens, com formação e mais facilmente conseguem acompanhar essa evolução, também tecnológica. O apoio técnico das associações do setor, neste caso da AAPIM, é também muito importante.”


Artigo relacionado:

“Devem ser incutidos hábitos de consumo de mirtilo aos portugueses”