Empresas & Produtos Hortofruticultura

STET Variedades de batata-semente para a nova campanha 2020-21

A colheita de batata-semente da STET iniciou-se em agosto na Holanda. Pode assistir ao vídeo no canal da STET no Youtube em: https://youtu.be/kpwn7WolOIQ

À semelhança das campanhas anteriores, a STET prevê fazer os primeiros carregamentos de batata-semente para Portugal, em outubro, para entrega aos seus clientes.

Está a iniciar-se a nova campanha de batata 2020/2021 e nesta fase é sempre oportuno comunicar algumas informações sobre as variedades que ao longo dos últimos anos, a STET em conjunto com os clientes e produtores, tem selecionado para Portugal. Salvo algo de muito extraordinário, estarão disponíveis do final de outubro de 2020 até abril de 2021, para que os produtores portugueses de batata, nas diferentes regiões, possam utilizá-las na sua produção.

A STET, empresa sedeada na Holanda e com filiais em França, Reino Unido e na Rússia, obtém novas variedades de batata, multiplica em vários países europeus e comercializa a nível mundial, com enorme destaque na Europa, África, Médio Oriente, Sudoeste Asiático, América do Sul e Central. A STET em Portugal é representada desde 2015, por Sérgio Margaço.

A STET dispõe de um catálogo formado por dezenas de variedades de batata que se destinam aos diferentes segmentos de mercado:

  • Mercado de fresco (variedades de pele vermelha e de pele branca ou amarela) comercializadas em natureza pelos produtores/operadores económicos, sem transformação industrial;
  • Fritura em palitos, no canal HoReCa (Hotéis, Restaurantes e Catering): variedades com bom nível de matéria seca (entre 20 e 24%) e com baixos níveis de açúcares redutores (glucose e frutose) que permitem uma excelente apresentação do produto final no prato;
  • Fritura em rodelas pela indústria (chips/snacks): variedades de forma redonda a redonda-oval, com nível de matéria seca elevado (21 a 24%) e com baixa concentração de açúcares (glucose e frutose) e preferencialmente com polpa amarela.

Para cada um destes segmentos de mercado, a selecção das variedades de batata da STET para a nova campanha em Portugal, incluindo algumas das suas características, aptidões e resistências, é apresentada na tabela em baixo.

(*) Ciclo da plantação à colheita, em que: Curto = Precoce ou Temporã; Tardio = Serôdio. (**) Grupo Culinário – classificação das variedades de acordo com o grau de desintegração da polpa quando cozidas, a firmeza da polpa e por serem ou não farinhentas:A – Firme; B – Relativamente firme; C – Farinhenta; D – Muito farinhenta. (***) Cultivo Estival: refere-se ao cultivo de batata no Sul e Centro de Portugal (no litoral), com plantação no período de Verão e com colheita nos meses de Inverno. (****) Resistências: MF – míldio nas folhas; MT – míldio nos tubérculos; SC – sarna comum; SP – sarna pulverulenta; TRV – vírus da necrose anelar da batata; Yn – vírus Yn; Yntn – vírus Yntn; Ro – nemátode de quisto Globodera rostochiensis; Pa – nemátode de quisto Globodera pallida; H – resistência alta; I – resistência intermédia. Dados resultantes da observação pela STET. A falta de indicação, significa que não tem resistência ou que está atualmente em avaliação. (A) Em solos arenosos, com a aplicação de dessecante no início da fase de senescência e com a realização da colheita até 3 a 4 semanas depois. Catálogo completo em português, com estas e outras variedades, disponível em: www.adv-agri.com/batata-de-semente

A Advice.AgriBusiness / STET em Portugal, está a ultimar a preparação de várias informações atualizadas sobre as variedades selecionadas para Portugal que ficarão disponíveis durante o mês de outubro.

Autoria: Sérgio Margaço (Eng. Agrícola/UE) | Diretor – Advice.AgriBusiness / STET em Portugal