Editorial

“Vai ficar tudo bem”, mas se aprendermos com os erros

Queremos que 2021, o novo ano que agora começa, seja diferente do anterior pelas razões que todos conhecemos. Esperamos muito poder trabalhar e sem restrições, para naturalmente em contexto saudável conseguirmos produzir e recuperar a economia que tanto tem vindo a ser fustigada.

“Vai ficar tudo bem” é o lema que nos dá força para olhar em frente e acreditar que tudo irá voltar à (nova) normalidade.

É verdade que esta pandemia pela Covid-19 fez o mundo paralisar, com a suspensão da maior parte das atividades industriais, mas também é verdade que, por consequência, foram consideravelmente reduzidos os níveis de poluição atmosférica, constituindo assim, um dado positivo sob o ponto de vista ambiental.

Assim sendo, para aliviar um pouco a tensão em que vivemos, vamos aproveitar e pegar neste dado importante e olhar para algo importante que, lá no fundo, irá refletir-se de forma positiva nas nossas vidas. Vamos aproveitar para melhorar o nosso comportamento, passando a valorizar vários conceitos em direção à melhoria das condições de vida futura.

Neste contexto, ganha cada vez maior relevância a agricultura em modo de produção biológico e com resíduo zero, uma tendência rumo à crescente procura de alimentos com um elevado valor nutricional, com a garantia da preservação do equilíbrio vital dos solos e da sua microfauna.

É pois, preciso reduzir o impacto ambiental e produzir de forma sustentável, com inspiração nos ciclos naturais de vida, em que tudo é transformado, sem desperdício e sem sobras.

Já que não conseguimos evitar o aparecimento da presente pandemia, vamos unir esforços para preservar a biosfera e os recursos naturais, tentando assim, evitar um desastre ecológico que poderá comprometer a sobrevivência das próximas gerações.

Claro que vai ficar tudo bem, mas muito aprenderemos com os erros, ficando com toda a certeza, mais fortes para vencermos outros desafios no futuro.

Paulo Gomes, Diretor da Revista Voz do Campo.

→ Edição de janeiro 2021. Subscreva a nossa publicação: