EMPRESAS & PRODUTOS Inovação

TYTANIC – Inovação na fruticultura

Titânio é o elemento que faltava em agricultura.

O titânio encontra-se classificado como um nutriente benéfico para as plantas, ou seja, embora não seja essencial, aplicado em baixas concentrações tem um efeito positivo no crescimento e desenvolvimento das plantas. No entanto, o titânio que se encontra nos solos não está disponível para as plantas.

Para além disto, a maioria das formulações de titânio disponíveis comercialmente baseia-se no dióxido de titânio (TiO2) que não é solúvel em água, nem está disponível para a planta.

As formas mais bioativas de titânio facilmente disponíveis para plantas, solúveis em água e não tóxicas para as plantas, são os complexos orgânicos de titânio.

A equipa de I&D da INTERMAG desenvolveu uma formulação líquida com base em complexos de titânio orgânico, uma molécula organo-mineral que foi patenteada como aTIUM.

Este produto – TYTANIT – contém titânio disponível para as plantas, que aumenta a atividade dos seus processos fisiológicos naturais. Este produto é ainda composto por óxido de magnésio (MgO) e trióxido de enxofre (SO3 ). Para além disto, o TYTANIT possui um pH estável, não é toxico para fauna auxiliar, possui boa miscibilidade e solubilidade em água e tem uma boa efetividade a doses baixas.

O TYTANIT é um estimulante do crescimento e rendimento das plantas. Ativa e reforça os processos fisiológicos naturais das plantas e, assim, influencia positivamente os parâmetros qualitativos e quantitativos da cultura.

Os maiores benefícios da utilização de TYTANIT são:
  • Melhor qualidade do pólen;
  • Maior eficácia na polinização;
  • Aumento do teor de clorofila;
  • Aumento da atividade fotossintética;
  • Maior rendimento da planta;
  • Melhor qualidade de colheita;
  • Melhor fornecimento de nutrientes e água às plantas;
  • Melhor sanidade da planta e tolerância a condições adversas.
Os resultados de vários estudos forneceram a compreensão do mecanismo de ação, enquanto as aplicações em campo demonstraram a eficácia do TYTANIT na melhoria da produtividade das culturas, a qualidade e o rendimento.

Como o TYTANIT influencia positivamente as funções fisiológicas das plantas?

Este produto aumenta a quantidade de clorofila nas folhas, intensificando a fotossíntese e influenciando positivamente o crescimento da biomassa e o rendimento das plantas.

O aumento do conteúdo de clorofila e da intensidade da fotossíntese resultam principalmente da interação do titânio (Ti) com o ferro (Fe).

O titânio está envolvido nas reações do sistema redox (Ti4+/Ti3+ com Fe3+/Fe2+), o que melhora a atividade do ferro nos tecidos vegetais.

Este produto melhora significativamente a eficácia da polinização e desenvolvimento dos órgãos reprodutores o que se traduz em melhores sementes e frutos.

O TYTANIT melhora a recetividade do estigma, o que afeta positivamente o processo de polinização através do aumento do número de grãos de pólen em germinação no estigma.

Neste caso, a figura 1 e 2 referem-se à superfície de estigma recetivo, ou seja, com um grande número de grãos de pólen em germinação, onde foi aplicado o TYTANIT.

E as figuras 3 e 4 refletem a fraca recetividade do estigma, ou seja, um baixo número de grãos de pólen em germinação, correspondendo à parcela controlo.

O titânio (TYTANIT) estimula a atividade do ião cálcio (Ca2+) no estigma; O Ca2+ é necessário para uma melhor aderência do pólen ao estigma e consequentemente para a sua germinação e também para o crescimento dos tubos polínicos.

Diversos estudos foram realizados em maçã, desenvolvidos pela Universidade Agrícola de Cracóvia, na Polónia, em 2013 e 2014. Nestes estudos foi comprovado o efeito da aplicação de TYTANIT no desenvolvimento do tubo de polínico, na macieira, cultivar Topaz, como pode ser observado na figura seguinte:

Desta forma foi possível concluir que a aplicação de TYTANIT aumenta o vigor do pólen e aumenta a germinação do pólen.

Para além de todos estes benefícios, o titânio melhora significativamente a absorção de nutrientes do solo, especialmente potássio (K), azoto (N), magnésio (Mg), cálcio (Ca) e ferro (Fe).

E finalmente, o TYTANIT aumenta ainda a resistência natural das plantas ao estresse, aumentando o seu potencial produtivo.

O TYTANIT é um produto inovador que contêm um titânio organo-mineral exclusivo que se encontra disponível para as plantas, podendo ser aplicado em qualquer cultura, uma vez que se trata de um produto extremamente versátil.

Este produto conta com mais de 20 anos de experiência em inúmeros países, sendo agora comercializado em Portugal pela FITOLIVOS. O TYTANIT demostra assim ser um produto muito interessante, com várias potencialidades e que pode solucionar diversos problemas de uma cultura, enquanto melhora o seu rendimento e a sua produtividade.

Estudos sobre o efeito de TYTANIT em maçã

A Universidade Agrícola de Cracóvia em 2013 e 2014 realizou diversos estudos em maçã, na cultivar Topaz, de forma a avaliar o efeito de TYTANIT na qualidade e quantidade de frutos produzidos. Foram realizadas duas aplicações, a primeira ao botão rosa e a segunda no início da floração e foram avaliados diversos parâmetros. Para além disto, estes parâmetros foram avaliados em diferentes modalidades, em polinização direta e polinização cruzada com e sem a aplicação de TYTANIT.

Pela avaliação dos gráficos deste ensaio é possível concluir que com a aplicação de TYTANIT verificou-se um aumento do número de grãos de pólen na superfície do estigma, o que se traduz num aumento do número de sementes por fruto (num máximo de 10 sementes por fruto). Este resultado obtêm-se uma vez que existe a polinização de todos os óvulos (condições ambientais favoráveis).

Para além disto, foi possível concluir que um maior número de sementes se traduz em frutos com um maior peso e de maior calibre, uma vez que as giberelinas presentes nas sementes também afetam o tamanho e desenvolvimento dos frutos.

Ou seja, um menor número de sementes traduz-se num menor tamanho dos frutos e consequentemente em menor valor comercial.

Artigo publicado na edição de dezembro 2020.

Autoria: António Coelho

Distribuído em Portugal por Fitolivos.