Apicultura

É urgente instalar armadilhas

A urgência na instalação de armadilhas foi identificada na última reunião mensal dos parceiros do Grupo Operacional (GO) Vespa Velutina, a qual serviu para se fazer um balanço geral do ano 2020 e global do GO, bem como para planear as restantes atividades associadas ao projeto.

〈 05/03/2021 〉

É entre março e a abril que as vespas fundadoras saem da hibernação e procuram alimentos à base de hidratos de carbono, néctar ou elementos açucarados e neste período conquistam novos territórios para iniciarem a construção dos ninhos primários. Implantados em locais protegidos, estes ninhos, contruídos à base de fibras de celulose amassadas com água, podem atingir 5 cm de diâmetro (aproximadamente a dimensão de uma bola de golfe), e são utlizados pelas fundadoras para pôr as primeiras dezenas de ovos.

Tendo em conta a eficácia das armadilhas no combate à vespa predadora levada a cabo no ano passado pelos parceiros do GO, em que foi possível comprovar que quem armadilhou eficientemente entre os meses de fevereiro e maio praticamente não sofreu um ataque significativo na época de predação, que habitualmente ocorre entre julho e outubro, entende-se que armadilhar é a melhor opção de combate.

Durante a reunião foi também sublinhado que o ano de 2020 foi de atividade intensa e persistente da vespa, situação que perdurou até meados de janeiro já de 2021.

Artigo relacionado: 

GO Vespa Velutina promove Ação de Sensibilização