Hortofruticultura Reportagem

Batata-doce tem grande potencial de crescimento, embora também necessite forte investimento

O negócio agrícola já atravessou várias gerações na família de Marco Correia, mas a aposta mais concreta na cultura da batata-doce regista-se desde há uns 15 anos, durante os quais já ultrapassou inúmeros desafios e obstáculos, com consciência de que tem muito a aprender.

PRODUTOR: Marco Correia 

LOCALIZAÇÃO: Lugar da Estrada (Peniche) 

SETOR DE ATIVIDADE: Produção de batata-doce 

ÁREA: 5 a 6 hectares

Marco Correia, de 42 anos, é produtor de batata-doce no concelho de Peniche, mais concretamente em Lugar da Estrada, que dista escassos mil metros do mar.

Sempre trabalhou na agricultura, tendo concluído o 12.º ano de escolaridade e frequentado várias formações a nível de produção e proteção integrada, GlobalGap e produção biológica.

Com vasta experiência desde a sementeira até à colheita, gere uma exploração familiar onde trabalha com a mãe, socorrendo-se de trabalho externo sobretudo nas épocas de plantação e colheita.

A área de produção de batata-doce é de aproximadamente cinco a seis hectares e Marco Correia é responsável por todo o tipo de operações, apesar de uma limitação física que o acompanha desde os 15 anos de idade, obrigando-o a deslocar-se numa cadeira de rodas.

Artigo completo publicado na edição de março 2021.