Agroalimentar Inovação Política Agrícola

Escola Superior Agrária de Coimbra integrou projeto premiado em França

A Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC-IPC) é uma das entidades parceiras do projeto europeu DIVERSIFOOD.

Este projeto foi recentemente distinguido pelo ministro francês do Ensino Superior, da Investigação e da Inovação, Frédérique Vidal, através da entrega do prémio “Etoiles de l’Europe” à coordenadora do projeto, Dra. Véronique Chable, Investigadora do INRA (Instituto Francês de Investigação Agrícola). O DIVERSIFOOD (2015-2019) foi um projeto desenvolvido no âmbito do Programa Horizon 2020, com o intuito de enriquecer a biodiversidade cultivada, testando, renovando e promovendo culturas, espécies e variedades subutilizadas ou negligenciadas.

O DIVERSIFOOD visa iniciar um renascimento da cultura em torno dos alimentos, contribuindo para uma maior diversidade de produtos da agricultura. Promovendo uma abordagem de múltiplas partes interessadas, o consórcio reuniu centros de pesquisa em agricultura orgânica, institutos de pesquisa académica e organizações de agricultores de toda a Europa. Construído em torno de uma rede de 21 parceiros, o projeto cobriu toda a cadeia alimentar, desde recursos genéticos até o mercado económico.

De cerca de quinze espécies cultivadas no território europeu, como espelta, trigo mole ou duro, milho, trigo sarraceno, tomate, couve ou castanha, o consórcio procedeu à avaliação de centenas amostras do ponto de vista da qualidade nutricional e tecnológica, rendimento e resiliência a distúrbios climáticos. Para dez dessas plantas, a DIVERSIFOOD também conseguiu criar ou finalizar a seleção de aproximadamente 120 populações diferentes.

Várias oficinas multi e transdisciplinares foram realizadas em intervalos regulares ao longo do projeto. Também resultou na organização de mais de 200 eventos para conscientizar o público em geral e os formuladores de políticas sobre o valor da diversidade cultivada e, ao mesmo tempo, melhorar a colaboração entre as partes interessadas.

As abordagens inovadoras exploradas no contexto da DIVERSIFOOD se relacionam tanto à organização social e ao manejo comunitário da biodiversidade cultivada quanto ao desenvolvimento de métodos de melhoramento de plantas com base na diversidade e na pesquisa participativa. Em apoio aos resultados já publicados nessas diferentes áreas pelo consórcio, defende a disseminação de produtos alimentícios diversificados em conexão com seu valor cultural e económico.

Mais informação.