Vinha & Vinho

Produção de vinho aumenta 7%

Os dados das declarações de colheita e produção situam a produção em 6,5 milhões de hectolitros, representando um aumento de 7% face à campanha 2018/2019 (+ 426 mil hectolitros)

De acordo com os dados apurados e divulgados pelo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), confirma-se o cenário de um aumento de produção de 7% face ao ano anterior, com um volume na ordem dos 6,5 milhões de hectolitros.

A região do Douro destaca-se por ter obtido um aumento de produção superior a 400 mil hectolitros, (33% relativamente à campanha passada) e as regiões de Trás-os-Montes, de Terras de Cister e de Terras da Beira, registam aumentos percentuais de produção superiores a 50%.

As maiores quebras de produção verificamse nas regiões do Algarve (-18%), Lisboa (-16%), Beira Atlântico (-11%) e Alentejo (-9%), face a 2018/2019. Na linha do verificado nos últimos anos, é predominante a produção de vinhos tintos, representando 61% do total produzido. O volume dos vinhos brancos, um pouco acima dos 2 milhões de hectolitros, tem um peso de 33% na produção nacional e os vinhos rosados de 6%.

A opção de produzir vinhos com aptidão para Denominação de Origem Protegida (DOP) e Indicação Geográfica Protegida (IGP) continua a aumentar e representa, nesta campanha, 88% da produção nacional.

Viniportugal quer chegar aos mil milhões de euros em 2022

As exportações dos vinhos portugueses cresceram 3,6% em valor e tiveram um aumento de 3,9% no preço médio em 2019 face ao ano passado, atingindo um montante superior a 580 milhões de euros (dados apurados até setembro de 2019). (…).

Desenvolvimento deste e de outros artigos, na edição impressa da Revista Voz do Campo.

 

Foto: unsplash