EMPRESAS & PRODUTOS Internacional

AlgaEnergy colabora na doação de recursos aos agricultores em Espanha

A empresa de biotecnologia AlgaEnergy e o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Rural Agrário e Alimentar de Madrid (IMIDRA) em Espanha, doaram um lote significativo de plantas e produtos bioestimulantes a cerca de 500 agricultores

A crise causada pelo coronavírus COVID-19 confirmou a importância capital do setor agroalimentar e todos os elos da cadeia alimentar. Muitas ações estão a ser lançadas, em momentos tão difíceis, para agradecer aos agricultores e produtores pelos seus esforços e sacrifícios que estão a fazer para garantir o fornecimento de alimentos à população.

Nesse contexto, no âmbito das dez iniciativas que a Comunidade de Madrid está a implementar no seu “Plano Terra”, dotado de 100 milhões de euros, para ajudar o setor primário, foi feita uma doação de 451 mil plantas de variedades hortícolas diferentes, essenciais para a alimentação. Os beneficiários foram cerca de 500 agricultores profissionais, cujas plantações e viveiros estão espalhados por toda a região da capital espanhola.

Inspirada na generosidade da IMIDRA e da Comunidade de Madrid, a AlgaEnergy decidiu aderir à iniciativa e doou uma quantidade substancial de seu produto bioestimulante como um complemento para melhorar a produção agrícola desses 500 agricultores. Não é de surpreender que a AlgaEnergy colabore com o IMIDRA há 4 anos, durante os quais este Instituto conseguiu demonstrar que os produtos de microalgas desenvolvidos pela AlgaEnergy conseguem aumentar consideravelmente a produtividade agrícola e a sua qualidade.

A cerimónia de entrega, foi realizada no dia 18 de abril, nas instalações do IMIDRA, foi presidida pela Presidente da Comunidade de Madri, Isabel Díaz Ayuso, acompanhada do Ministro do Meio Ambiente, Planeamento Espacial e Sustentabilidade, Paloma Martín, o Diretor Geral da IMIDRA, Sergio López Vaquero, e o Diretor Geral da AlgaEnergy, Carlos Rodríguez-Villa.

O Presidente da Comunidade de Madrid fez questão de salientar que esta doação servirá de alavanca para que os agricultores continuem com as suas plantações e ter mais colheitas frutíferas durante este período complexo.