Floresta

Autarquia Albicastrense investe mais de 630 mil euros na prevenção de incêndios rurais

No âmbito do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, a Câmara Municipal de Castelo Branco está a realizar intervenções na rede primária e rede secundária, da rede de faixas de gestão de combustíveis (limpeza).

Um total de 630 hectares(ha) correspondente a um investimento superior a 500 mil euros, que visa a proteção de pessoas e bens na prevenção de incêndios rurais.

De visita às frentes de trabalho Luís Correia, Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, evidencia a proteção e segurança dos munícipes como “a prioridade do município” destacando que “este é um investimento fundamental para a prevenção dos incêndios florestais, que garante uma maior segurança de todos os munícipes e contribui para a preservação da nossa floresta”.

As redes de faixas de combustíveis que constituem as redes primárias e secundárias têm como função reduzir a área percorrida por incêndios florestais, diminuindo os seus efeitos. O concelho de Castelo Branco encontra-se no terceiro lugar do pódio nacional em área, com 1.438 km2, sendo que a rede primária apresenta uma largura não inferior a 125 metros e a rede secundária apresenta uma largura não inferior a 10 metros ao longo das estradas e 100 metros para o exterior dos aglomerados populacionais.

Nos trabalhos, em fase de conclusão, todos os pinheiros bravos e eucaliptos estão a ser eliminados, cumprindo o município o objetivo de proteção contra a passagem de incêndios, bem como de proteção contra fenómenos climáticos extremos associados a vento forte, que podem provocar a queda de árvores para a via.

Também nas áreas atingidas pelos incêndios de 2017 está a ser realizada uma manutenção da rede primária, secundária e limpeza de linhas de água, um investimento de mais de 130.000,00€ que abrange 267ha.

Considerando que “o segredo para a prevenção dos incêndios é a limpeza das matas”, o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco, José Neves, destaca os benefícios e a importância dos trabalhos realizados “este é um extraordinário exemplo que contribuirá certamente para a prevenção e controlo de incêndios e para a segurança dos nossos combatentes”.

Na visita estiveram também presentes o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Coronel Augusto Alves, o Capitão Jorge Massano, do Comando Territorial de Castelo Branco, bem como os presidentes de Junta de Freguesia de Almaceda, de Santo André das Tojeiras, de São Vicente da Beira, de Sarzedas e da União de Freguesias do Ninho do Açor e Sobral do Campo.

A comitiva visitou as redes primárias entre Sobral do Campo e Ribeira de Tripeiro, na estrada da Azenha e em Monte Gordo e Fonte Longa e visitou as redes secundárias da rede viária entre Padrão e Martim Branco, a rede secundária de aglomerado de Martim Branco, a rede secundária viária de acesso a Pomar e Lisga e, por fim, a rede secundária de aglomerado de Sarzedas.

Está ainda a decorrer um concurso para a construção de rede secundária de proteção da rede viária em espaço florestal, no valor de 183.000,00€, abrangendo um total de 193ha.