Floresta

As potencialidades da resina de pinheiro manso no âmbito do projeto PinusResina

BLC3 Centro I&DT: Amostra de resina e frações de ácido de interesse para a Indústria Farmacêutica de derivados da Resina

A área de pinheiro-manso em Portugal aumentou 12% do 5º para o 6º Inventário Florestal Nacional, num aumento total de 20,7 mil ha, o que representa uma área total de 172,6 mil ha.

Normalmente, esta espécie está muito associada e conhecida como uma árvore de produção de pinha e pinhão. Contudo, existe uma outra variante económica que começou a ser desenvolvida, ainda em menor escala, com a prática de resinagem na fileira do pinheiro manso, aproximadamente 2 mil ha são resinados atualmente (24,1 mil ha de resinagem do pinheiro bravo), representando cerca de 7,7% da área de resinagem total em Portugal.

O miolo de pinhão representa, em média, um valor acrescentado bruto médio de 84 Euros por quilograma (até ao consumidor final). Tem uma importância e valor económico nacional de 13 a 20 milhões de euros (90% é exportado), sendo ainda difícil de contabilizar o valor económico deste mercado, porque algum é realizado no contexto de mercados locais.

Autoria: Associação BLC3

Leia o artigo completo na edição de janeiro 2021.