Hortofruticultura Inovação

Cascas de laranja viram eletricidade e alimentam usinas de purificação de água

Em Sevilha, Andaluzia, sul de Espanha, surgiu um projeto inovador que busca obter eletricidade a partir da fermentação de laranjas.

Esta cidade é marcada pela abundância de laranjeiras que florescem na Primavera. Porém, no Inverno, as frutas dessas milhares de árvores espalhadas pela cidade caem nas ruas e acabam por ser desperdiçadas.

Devido a isso, foi criado um esquema de aproveitamento dessas frutas, que acabariam por ir para o lixo.

Benigno López, chefe do departamento de meio ambiente da Emasesa (Empresa Metropolitana de Abastecimento e Saneamento de Águas de Sevilha, S.A.), explicou ao The Guardian o seguinte:

“O suco é uma frutose composta por cadeias de carbono muito curtas e o desempenho energético dessas cadeias de carbono durante o processo de fermentação é muito alto. Não se trata apenas de economizar dinheiro. As laranjas são um problema para a cidade e estamos a gerar valor agregado ao lixo”.

Energia limpa para purificar água

Esse projeto piloto lançado pela Emasesa, tem como objetivo aproveitar 35 toneladas de laranja para gerar energia limpa, que servirá para operar, de forma sustentável, uma das turbinas de purificação de água da cidade.

Para realizar essa conversão da fermentação das laranjas em energia elétrica, serão enumeradas as seguintes etapas:

  1. As laranjas serão encaminhadas para uma instalação que gera eletricidade por meio de matéria orgânica.
  2. Nesse local, as laranjas passarão por um processo de fermentação.
  3. metano (biogás) capturado dessa fermentação, será utilizado para acionar o gerador de eletricidade.

Apesar do propósito atual dessa iniciativa seja usar a energia obtida das laranjas para operar as usinas de purificação de água, Benigno López tem a intenção de ampliar esse projeto. Porém, isso requer maior investimento.

Seja como for, essa ação já é uma iniciativa inovadora e sustentável.

Juan Espadas Cejas, Presidente da Câmara de Sevilha, declarou, em uma entrevista coletiva, ocorrida no lançamento do projeto que:

“A Emasesa é agora um modelo para a sustentabilidade e a luta contra as mudanças climáticas na Espanha.

O novo investimento é direcionado principalmente para as turbinas de purificação de água, que consomem quase 40% da energia necessária para abastecer a cidade com água potável e saneamento.”

Além de servir às turbinas de purificação de água, ainda existe a possibilidade de aproveitar o excedente de eletricidade para abastecer a rede elétrica da cidade.

E, segundo a equipa que movimenta este projeto, isto é possível porque há um potencial enorme, devido à grande quantidade de frutas que iriam para os aterros sanitários ou seriam usadas como fertilizante.

A equipa também constatou que com 1.000 quilos de laranjas, pode-se produzir eletricidade para abastecer cinco residências em um dia.

Deste modo, vimos que a laranja tem um bom potencial não só na alimentação trazendo benefícios para a nossa saúde, como também em sua utilização em várias alternativas sustentáveis.

Fonte: www.emasesa.com

Subscreva a nossa revista impressa e adquira outros artigos: