EMPRESAS & PRODUTOS Pequenos Frutos

“Somos únicos no mercado europeu com cultivo próprio de mirtilo em vaso e substrato em Portugal”

A época do mirtilo português está a iniciar na Carsol Europe, nos últimos anos, a empresa agrícola investiu bastante em duas quintas, uma em Odemira, região do Alentejo, onde tem cerca de 90 hectares, e outra a sul de Lisboa, onde apenas se cultivam mirtilos biológicos em 60 hectares.

〈 10/03/21 〉

Todos os mirtilos são cultivados em vasos e substrato, o que é bastante original. «Isto requer um investimento substancial em relação ao método tradicional de cultivo, mas oferece grandes benefícios. O cultivo é mais eficiente e sustentável. Por exemplo, esperamos economizar 35% de água com o cultivo em vasos», afirma Harro van Dam.

Corrente curta

«Recolhemos na semana passada os primeiros quilos em Portugal, mas os volumes ainda são muito limitados. A época portuguesa começa efetivamente no final de março / início de abril. Graças às duas localizações, podemos oferecer aos nossos clientes retalhistas na Europa cultivo próprio durante quatro meses. A época em Portugal é comparável à de Huelva, mas graças ao clima ameno, a maturação dos frutos é um pouco mais escalonada do que em Espanha. Além disso, podemos continuar por mais tempo», diz Harro. Além das variedades padrão, a Carsol também cultiva variedades exclusivas, maiores, mais saborosas e com maior vida útil.

No entanto, a temporada de frutos vermelhos no exterior está a chegar ao fim para o armazém de vendas europeu da produtora de frutos vermelhos. «Fazendo um balanço, podemos dizer que tivemos uma boa temporada, embora o coronavírus nos tenha apresentado vários desafios. Por exemplo, no Chile era difícil encontrar mão de obra suficiente para a colheita. No pico da temporada, costumamos contratar 2000 coletores, então havendo 25% a menos de trabalhadores, há um impacto significativo, uma vez que a fruta tem que ficar mais tempo na planta e pode ser necessário iniciar a colheita mecanizada do produto para a indústria de processamento»  explica Harro.

«Houve também problemas de abastecimento devido a atrasos nos navios, embora desta forma o mercado às vezes ficasse vazio antes da chegada do próximo navio e nunca se acumulassem grandes stocks. Como resultado, o preço nunca foi muito baixo este ano. Em termos de qualidade, quase não tivemos problemas nesta temporada. Neste mês receberemos os últimos contentores do Peru e depois terminará a temporada no exterior”, afirma Harro.

Cultivo ecológico

A Carsol está muito focada na agricultura biológica. «A procura de produtos biológicos continua a aumentar e estamos a investir muito neste tipo de produção, não só em Portugal, mas também no Chile e no Peru».

A Carsol Europe vende 95% dos mirtilos para retalhistas no norte da Europa. «Este é um grupo de clientes no qual o nosso modelo de produção se encaixa muito bem. Os nossos clientes recebem produtos de cadeia curta enquanto desfrutam da flexibilidade de que muitos retalhistas precisam. Crescemos em todos os nossos grandes mercados de vendas no mundo no ano passado. Nos mercados do sul da Europa temos uma presença menor, mas certamente também vemos oportunidades de expansão por lá», finaliza Harro.

 

Subscreva a nossa publicação e receba mensalmente outros artigos: