Inovação Tecnologia

Sistema operativo Wisecrop apresentado na Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

A Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SRA), através da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DRA), pretende criar um polo de desenvolvimento agrícola vocacionado para a “agricultura 4.0” ou agricultura de precisão, associado às novas tecnologias e à digitalização, onde se testem, entre outras, soluções que permitam facilitar e antecipar as decisões agronómicas nas explorações agrícolas, contribuindo para uma condução mais assertiva das culturas e a otimização dos custos de produção.

〈 11/03/2021 〉

O conceito de agricultura 4.0 ou de precisão está normalmente associado à utilização de equipamento de alta tecnologia (seja hardware, no sentido genérico do termo, ou software) para avaliar, ou monitorizar, as condições numa determinada parcela de terreno, aplicando depois os diversos fatores de produção (sementes, fertilizantes, fitofármacos, reguladores de crescimento, água, etc.) em conformidade.

Os dois objetivos genéricos da agricultura de precisão são:

1. O aumento do rendimento dos agricultores, alcançado por duas vias distintas, mas complementares:

  • a. a redução dos custos de produção e;
  • b. o aumento da produtividade (e, por vezes, também da qualidade) das culturas.

2. A redução do impacte ambiental resultante da atividade agrícola, relacionado com:

  • a. o rigor do controlo da aplicação dos fatores de produção que deverá ser feita, tanto quanto possível, na justa medida das necessidades das plantas.

Neste contexto, a DRA organizou no passado dia 5 de março uma sessão de apresentação do sistema operativo Wisecrop, a cargo do CEO da empresa Wisecrop, Eng.º Tiago Sá, à qual assistiram técnicos da Direção Regional e da GESBA, com diversos tipos de competências.

O Sistema Operativo Wisecrop oferece uma plataforma centralizadora, que permite a gestão integral do negócio agrícola.

Ao ligar o campo com o escritório de forma transparente, agrega todas as fontes de dados existentes que permitem uma monitorização e gestão adequadas de um conjunto de indicadores, como sejam o clima, a rega, a fertilização, a fitossanidade, as atividades de campo e a gestão de custos e de mão de obra.

Desenhado para pequenos e médios produtores, o sistema operativo Wisecrop adapta-se às necessidades de qualquer cultura e apoia técnicos e associações agrícolas, assim como prestadores de serviços.

Autoria: Avelino Baptista
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural