Inovação Investigação

Espaço para a valorização da ciência em Beja com empreitada assegurada

A Câmara Municipal de Beja, promotora do projeto de criação do novo Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia em Beja, edifício para o Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo (CEBAL), abriu, no passado dia 24 de março, as propostas recebidas no âmbito do segundo concurso público para a sua construção.

〈 30/03/21 〉

Após um primeiro concurso sem candidaturas, foram agora conseguidas 5 empresas com interesse na obra, evidenciando o compromisso do Município de Beja em reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação no Concelho de Beja e no Alentejo.

O novo Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia em Beja – Edifício CEBAL resultou de uma candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Beja, em parceria com o CEBAL e com o Instituto Politécnico de Beja, ao Programa Operacional Regional Alentejo 2020, que congregou uma visão disruptiva e estratégica da Ciência para o Território. Uma Ciência com impacto social, económico, cultural e ambiental, que contribui para potenciar a atratividade de novos investimentos, baseados no conhecimento, valorizando uma economia assente nos recursos endógenos e nas atividades emergentes de elevado índice tecnológico.

Após um primeiro concurso público ter ficado deserto, a Câmara Municipal de Beja reafirmou a sua responsabilidade e a sua aposta na Ciência e Tecnologia como um veículo de desenvolvimento para Beja, trabalhando em conjunto com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, na reprogramação da operação, aumentando a atratividade do concurso e consequentemente a viabilização da construção do edifício.

A infraestrutura a construir permitirá ao CEBAL ampliar os laboratórios e salas de experimentação para o desenvolvimento da sua atividade, reforçando a estratégia de transferência de conhecimento e tecnologia iniciada pelo Centro em 2015. Essa estratégia é definida pelo seu Programa de Potenciação da Transferência de Tecnologia (2015-2025), que vincula o CEBAL a um conjunto de ações que visam aumentar a difusão e penetração do conhecimento e das tecnologias no tecido produtivo, tendo por base a investigação que é desenvolvida, tanto pelo CEBAL como por outras entidades de I&D, bem como contribuir para o desenvolvimento, a curto médio-prazo, de soluções inovadoras e atrativas para o Território.