Vinha & Vinho

Das dificuldades também nascem oportunidades

Em Portugal a vinha ocupa uma área total de 192 401 hectares (IVV 31-7/2020) integrando um setor extremamente relevante pelo seu valor económico, além de um importante papel social e de conservação ambiental.

Presente em todas as regiões do país, a vinha portuguesa não tem parado de evoluir, procurando-se reduzir custos e ao mesmo tempo potenciar a qualidade do produto final – o vinho, como fica bem vincado ao longo do DOSSIER sobre VITIVINICULTURA que apresentamos na nossa edição impressa e online de abril (adquira aqui).

Há ameaças, mais ou menos transversais, como a falta de mão de obra e as alterações climáticas mas que, como nos avança Rosa Amador, a diretora geral da ADVID (Entidade promotora e gestora do Cluster da Vinha e do Vinho e reconhecida de CoLAB da Vinha e do Vinho), também geram oportunidades. E não são poucos os exemplos disso mesmo, como a mecanização e robotização que podem também vir a ser um importante suporte à sustentabilidade da viticultura de montanha a longo prazo (…).

Desenvolvimento completo na edição de abril de 2021 da Revista Voz do Campo, na versão impressa ou digital.

Clique aqui ↓ subscreva a nossa revista e adquira este e outros artigos:

 

Artigo relacionado: 

Há muitas evoluções a assinalar na viticultura nacional