Agroalimentar olival e azeite

10º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja

Organização aposta na qualidade e no potencial de exportação

Em colaboração com a Casa do Azeite a Casa do Azeite, a ACOS vai realizar este ano o 10º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, com o patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola. Mantém-se a abrangência internacional do concurso e dos membros do Júri, assim como a presidência de José Gouveia, especialista em azeites a nível mundial.

Mesmo que o formato do Concurso tenha de ser adaptado de acordo com medidas nacionais e/ou internacionais de controlo da Covid-19, para os organizadores continua imperativa a realização do mesmo. Por um lado, porque vem incentivar a aposta na qualidade dos azeites nacionais, e por outro, revelar o seu potencial não só no mercado interno, mas também na conquista de mercados internacionais.

Podem ser apresentados a concurso azeites virgens extra provenientes de produtores individuais, de associações de produtores, de cooperativas e de empresas de embalamento devidamente registadas. Os azeites, nas categorias de Frutado Verde Intenso, Frutado Verde Médio, Frutado Verde Ligeiro e Frutado Maduro devem pertencer à campanha 2020/2021.

Os países do hemisfério sul podem concorrer com azeites da campanha de 2019/2020, por causa da diferença na época da apanha. Para estes, a organização definiu uma categoria adicional, sendo esta uma inovação do concurso deste ano. A participação no Concurso é gratuita e as inscrições podem ser efetuadas até 19 de março.

Recorde-se que anualmente o Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja recebe cerca de centena e meia de azeites e tem sido sempre classificado em lugar de pódio nos rankings internacionais dos melhores concursos do mundo. A edição do ano passado foi cancelada devido à emergência da pandemia por Covid-19.

Ovibeja deste ano será em formato digital

Por norma a entrega dos prémios acontece no âmbito da programação da Ovibeja, cuja organização é da responsabilidade da ACOS, Associação de Agricultores do Sul com cerca de dois mil associados em todo o sul do País e com serviços destinados a todo o sector agrícola, pecuário e florestal.

Embora sabendo da importância que este certame representa para a agricultura e para todas as atividades económicas e sociais da região, a Comissão Organizadora reconheceu não estarem reunidas as condições para realizar a 37ª Ovibeja nos moldes tradicionais que caracterizam este evento desde a sua génese. Como alternativa, foi decidido assinalar a data com a realização de uma Ovibeja num formato com recurso a tecnologias de informação e comunicação e com diversas atividades agendadas para os dias 22 e 23 de abril de 2021.

Artigo completo publicado na edição de fevereiro 2021.