Na primeira pessoa

❝ O milho silagem potencia a economia circular ❞

Manuel dos Santos Gomes, Presidente da CONFAGRI Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal

〈 24/04/21 〉

Qual a importância da produção de milho para o nosso pais, nomeadamente no seu aproveitamento para silagem?

“A cultura do milho silagem em Portugal é de grande importância para a alimentação animal, nomeadamente a pecuária de leite, tendo sido cultivados em 2020 cerca de 46 mil hectares de superfície agrícola. Ao longo das últimas décadas tem sido desenvolvida experimentação visando a sua adaptação às diferentes condições de solo e clima, assim como a melhor conservação das colheitas, permitindo a obtenção de alimentos de grande qualidade!

Por outro lado, a cultura do milho silagem sendo bastante exigente em termos de fertilização, potencia a economia circular ao nível da exploração agrícola, na medida em que permite a “reciclagem” dos efluentes pecuários.

A relevância da cultura do milho silagem na autossuficiência alimentar do nosso País é também inquestionável, ao nível do abastecimento em produtos lácteos e carne, potenciando assim a nossa independência nestes segmentos.

Deste ponto de vista, entendemos também como justo que caso sejam atribuídos pagamentos ligados à produção de cereais no âmbito da próxima reforma da PAC, a cultura de milho para silagem seja também incluída. Uma decisão contrária não seria compreensível!”


Depoimento no âmbito do “Dia Internacional do Milho” (24 de abril) promovido pela Anpromis ↔ saiba mais aqui.

Relacionado: 

Dia Internacional do Milho: dia 24 de abril

 

    • Subscreva aqui a nossa revista mensal: