Agropecuária Formação

Agrária de Coimbra acolhe Escola de Pastores

A Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC – IPC) acolhe a Escola de Pastores 2021, uma ação formativa integrada no “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro”. Embora esta vá já para a 2.ª edição, será a primeira vez que a ESAC ministra a formação, com foco na Região DOP Rabaçal.

〈 08/05/21 〉

A Escola de Pastores visa garantir um programa de formação que permita, não só o reforço desta profissão, bem como a promoção da inovação e conhecimento dentro da fileira dos queijos DOP da Região Centro e a valorização e aumento da competitividade dentro da mesma, por tratar-se de um dos principais produtos endógenos do território e com maior potencial de crescimento.

O objetivo é que, no final do seu curso, o formando adquira a capacidade de produzir da maneira mais otimizada possível, segundo critérios de bem-estar animal, prevenção de riscos ocupacionais, proteção ambiental e segurança alimentar.

A formação tem a duração de quatro meses, com início a 14 de junho, num total de 560 horas de formação (150 horas de componente teórica + 410 horas de componente prática), prevendo-se o seu término em novembro de 2021. Os formandos terão de frequentar obrigatoriamente, pelo menos, 75% das horas de formação.

Podem candidatar-se ao ingresso na Escola de Pastores todos aqueles que: tenham idade compreendida entre os 18 e os 55 anos (empregados ou desempregados); sejam detentores de escolaridade mínima obrigatória, e; não tenha frequentado com sucesso a primeira edição da Escola de Pastores. Uma das condições preferenciais para ingresso na Escolas dos Pastores – Agrária de Coimbra é ter habitação primária na área geográfica da Região DOP do Queijo Rabaçal: parte dos concelhos de Condeixa-a-Nova (Freguesias de Condeixa-a-Velha, Ega, Furadouro, Vila Seca e Zambujal), Penela (Freguesias de Cumieira, Espinhal, Santa Eufémia e S. Miguel de Penela, Podentes e Rabaçal), Ansião (Alvorge, Ansião, Avelar, Chão de Couce, Lagarteira, Pousaflores, Santiago da Guarda e Torre de Vale Todos), Pombal (Abiul, Pelariga, Pombal, Redinha e Vila Chã), Soure (Freguesias de Degracias, Pombalinho e Tapeus) e Alvaiázere [Freguesias de Almoster, Alvaiázere, Maçãs de Caminho, Maçãs de Dona Maria, Pelmá, Pussos (lugar de Loureira), Rego da Murta (lugar de Relvas e Ramalhal)]. Para além disso, será valorizado o facto de ser empreendedor com projeto empresarial de pastorícia, que se pretenda instalar na região DOP Rabaçal ou que pretenda trabalhar no setor por conta de outrem.

O número máximo de vagas na Agrária de Coimbra é de 12, aplicando-se também às formações que decorrerão simultaneamente nas Escolas Superiores Agrárias de Castelo Branco e de Viseu. Para mais informações, os interessados poderão consultar o site da ESAC, em www.esac.pt, ou contactar para o número 239 820 940.

As inscrições deverão ser formalizadas até ao próximo dia 24 de maio, através do formulário disponível em: https://docs.google.com/forms/d/13rgCuSbbanfMDJLLjVnHfzZilOzBupefM7zbI4Eu9Gc/prefill, sendo ainda que, em casos excecionais, as candidaturas poderão ser formalizadas via telefone, para o número 272 349 100.

Regulamento ↵