Pequenos Frutos

Pequenos frutos nacionais são especialmente apreciados nos mercados europeus mais exigentes

Luis Pinheiro, presidente da Lusomorango

A Lusomorango assume-se como a maior Organização de Produtores nacional do setor das frutas e legumes, em volume de negócios – exporta mais de 95% da sua produção, principalmente, para os mercados da Europa Central e do Norte – e dedica-se à produção e comercialização de framboesa, amora, mirtilo e morango no sudoeste alentejano, no algarve e no ribatejo.

Luis Pinheiro, presidente da Lusomorango, explica-nos um pouco melhor a dinâmica da OP e esclarece quais os mercados que mais apreciam os pequenos frutos produzidos em Portugal.

Com quantos produtores e áreas trabalha, e quais as culturas mais representativas?

A Lusomorango acredita que só a concentração de recursos profissionalizados de gestão e com foco na produção da melhor fruta pode resultar na criação do melhor valor para toda a cadeia, nomeadamente, produtores, trabalhadores, comunidade, consumidores e ambiente. Este é o princípio que rege toda a atividade da Lusomorango que reúne mais de 40 produtores nas várias áreas geográficas nacionais em que está presente.

Framboesa é a cultura mais representativa

Qual tem sido o pequeno fruto mais “dinâmico”?

Toda a fileira dos pequenos frutos tem uma representatividade significativa nas exportações agrícolas nacionais, representando 247 milhões de euros. Atualmente a framboesa é o fruto ‘campeão’ das exportações portuguesas, reunindo mais de 80% das vendas da fileira para os mercados externos.

Como se caracterizam as explorações desses produtores?

Os produtores Lusomorango têm perfis e dimensões muito variadas, característica que consideramos ser uma força da nossa organização. A diversidade de realidades permite que, em conjunto, os produtores agrícolas aproveitam economias de escalas, partilham melhores práticas e know-how e sejam mais ágeis na abordagem aos mercados de destino dos pequenos frutos (…).

Leia a entrevista completa na edição de maio 2021. Adquira aqui.