Evento realizado Floresta

Webinar: O colapso e a conversão do Pinhal Interior | 16 de junho, 18:30 horas, via Zoom

O Webinar: O colapso e a conversão do Pinhal Interior vai realizar-se no próximo dia 16 de junho, às 18:30 horas, via Zoom.

〈 14/06/21 〉

Sinopse:

Assinalando a efeméride dos 4 anos passados sobre os grandes incêndios de junho de 2017, importa fazer uma análise sobre os riscos que o território ainda evidencia, em termos de ocupação e uso dos solos, do modelo económico que lhe está vinculado, bem como aos aspetos sociais e ambientais inerentes. Num cenário em colapso, importa ainda abordar alternativas de ocupação, tendo em conta a segurança, o bem-estar e a fixação das populações, a conservação dos solos, dos recursos hídricos e da biodiversidade.

Programa:

18:30 h.

  • Abertura | Os desafios e as oportunidades – Na vertente económica: Paulo Castro (Acréscimo)

– Na vertente social. Dina Duarte (AVIPG)

– Na vertente ambiental: Serafim Riem (Íris)


19:00 h.

  • Quais os riscos das atuais ocupações e comportamentos?

Joaquim Sande Silva (ESAC, IPCoimbra)


19:20 h.

  • O que se aprendeu dos incêndios de junho de 2017?

António Bento-Gonçalves (ICS, UMinho)


19:40 h.

  • Que modelo de conversão pode atenuar riscos futuros?

Manuela Raposo Magalhães (ISA, ULisboa)


20:00 h.

  • Debate

Moderadora: Paula Sofia Luz, Jornalista


20:30 h.

  • Encerramento

Coordenadas via ZOOM:

https://zoom.us/j/99586273334?pwd=QkU0ZnpFbWdRTGVEMmdpMUVSUUFlZz09

ID da reunião: 995 8627 3334 |  Senha de acesso: 243464


Oradores:
  • JOAQUIM SANDE SILVA

É Doutorado em Engenharia Florestal pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, é Investigador na Universidade de Coimbra e Professor Coordenador na Escola Superior Agrária de Coimbra. Integrou as Comissões Técnicas Independentes aos incêndios de junho e de outubro de 2017 e, mais recentemente, o Observatório Técnico Independente da Assembleia da República.


  • ANTÓNIO BENTO-GONÇALVES

É Doutorado em Geografia Física e Estudos Ambientais pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, é Investigador no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade e Professor Associado da Universidade do Minho. É Diretor de Curso da Licenciatura de Proteção Civil e Gestão do Território, na Universidade do Minho, e Presidente da Direção da Associação Portuguesa de Geógrafos.


MANUELA RAPOSO MAGALHÃES

É Doutorada em Arquitetura Paisagista pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa. Foi Coordenadora do Cento de Estudos de Arquitetura Paisagista “Professor Caldeira Cabral” e Docente no Instituto Superior de Agronomia e no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa. É cocoordenadora do projeto SCAPEFIRE(1) e coordena a equipa que irá elaborar o Programa de Reordenamento e Gestão da Paisagem das Serras da Lousã e do Açor.

1)  A sustainable landSCAPE planning model for rural FIREs prevention


Organização:

Acréscimo – Associação de Promoção ao Investimento Florestal Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrogão Grande (AVIPG) 

Iris – Associação Nacional de Ambiente