Bio EMPRESAS & PRODUTOS Internacional Tecnologia

A Caixa Capital Risc e o CDTI tornam-se acionistas da AlgaEnergy com o objetivo de promover o setor da biotecnologia das microalgas

AlgaEnergy, uma empresa internacional líder no setor de biotecnologia de microalgas e suas aplicações, assinou um acordo de investimento com dois novos sócios: Caixa Capital Risc, gestora de capital de risco da CriteriaCaixa e Innvierte é uma empresa 100% CDTI , entidade empresarial pública para a promoção da inovação e do desenvolvimento tecnológico das empresas espanholas, dependente do Ministério da Ciência e Inovação.

〈 12/07/21 〉

Este acordo implica a entrada na participação acionária da AlgaEnergy de Caixa Capital Risc – através da Criteria Industrial Ventures-, e também da INNVIERTE. O referido acordo, para o qual a AlgaEnergy contou com a assessoria da Arcano Partners, representa um aumento de capital que permitirá à empresa de biotecnologia e à sua equipa de gestão reforçar a sua posição de liderança internacional.

O referido aumento de capital será utilizado para financiar um conjunto de projetos ambiciosos, incluindo a expansão geográfica de sua estrutura de marketing internacional, o lançamento de novas linhas de negócios como nutrição e cosméticos, o desenvolvimento de novos produtos e, em geral, o aumento de sua oferta de soluções à base de microalgas.

Impulsionando o setor de biotecnologia de microalgas

Microalgas são microrganismos fotossintéticos unicelulares que podem crescer em uma ampla variedade de habitats aquáticos, como oceanos, lagos e rios. Sua alta velocidade de reprodução, ou sua rica composição bioquímica -entre outras características-, fazem deles um recurso biológico de grande valor. Suas muitas propriedades oferecem um imenso potencial para contribuir para uma sociedade mais sustentável por meio de sua aplicação em vários setores socioeconómicos.

Atualmente são utilizados como bioestimulantes para a agricultura, como nutrientes de alto valor para a nutrição humana e animal, como ingredientes para o desenvolvimento de fórmulas cosméticas sustentáveis ​​e como alimentos no setor de aquicultura. Seu potencial para uso no setor de farmácia, biorremediação, obtenção de biomateriais ou no setor de energia, entre outros, também está sendo investigado.

A AlgaEnergy é pioneira no campo da biotecnologia de microalgas desde a sua fundação em 2007, tanto na pesquisa quanto na produção e comercialização. A empresa construiu e opera a provavelmente mais avançada planta de produção industrial de microalgas do mundo, localizada em Arcos de la Frontera (Cádiz), que está ligada à maior usina de ciclo combinado da Espanha, propriedade da Iberdrola, líder mundial em energias renováveis ​​e tecnologia parceira da AlgaEnergy desde 2009. A empresa de biotecnologia comercializa com sucesso uma linha de bioestimulantes agrícolas a base de microalgas que começou a desenvolver em 2009 e que vem apresentando excelentes resultados internacionalmente. Atualmente, mais de 2 milhões de agricultores são usuários satisfeitos desses produtos, que garantem maior produção e melhor qualidade das safras, buscando maiores benefícios para os agricultores em todo o mundo, bem como de forma sustentável.

Esta operação representa também um importante impulso para o setor de biotecnologia espanhol, que se encontra em posição privilegiada, e também para a AlgaEnergy, empresa que contribui com amplo conhecimento e experiência na ciência das microalgas, acumulada ao longo de cinco décadas de pesquisas desenvolvidas pelo seu diretor científico, Professor Miguel García Guerrero, reconhecido como um dos poucos e mais credenciados pesquisadores em microalgas a nível internacional.

Unidos por um compromisso comum: gerar impacto positivo na sociedade

Com a assinatura do acordo, é formalizada a união de três entidades que compartilham um objetivo comum: gerar, por meio de suas atividades, um impacto positivo na sociedade.

Augusto Rodríguez-Villa, Presidente da AlgaEnergy, destacou que “este acordo é a melhor associação possível para alcançar o nosso objetivo de aproveitar o imenso potencial que as microalgas têm a nível global. Compartilhamos com os nossos novos acionistas a mesma visão de futuro, a crença de que um desenvolvimento mais sustentável é possível e que as microalgas desempenham um papel fundamental para atingir esse objetivo. ”

Por sua vez, Felipe Matías, Diretor de Investimentos Industriais da CriteriaCaixa, destacou que “temos muito orgulho de entrar no capital da AlgaEnergy, uma empresa com um forte compromisso com a inovação e a sustentabilidade, e cujo modelo de negócio se enquadra perfeitamente na carteira de investimentos da Caixa Capital Risc. ”

Susana Rodríguez, gestora do Programa Innvierte, referiu que “da Innvierte estamos muito satisfeitos por poder apoiar uma empresa como a AlgaEnergy, que está claramente comprometida com a sustentabilidade e contribui para o desenvolvimento de um tecido produtivo altamente inovador”.