Inovação Rega

Em 14 anos o setor agrícola reduziu em 48% a água utilizada na rega

Dada a inequívoca importância da agricultura de regadio para o nosso país e para a competitividade da agricultura, o COTR, como Centro de Competências para o Regadio Nacional, assume a missão de contribuir para a promoção de um regadio sustentável e competitivo, pela via da cooperação institucional com vista ao reforço da investigação, da inovação e da promoção de boas práticas agrícolas e da transferência e divulgação do conhecimento.

Uma das principais atividades do COTR neste momento prende-se com a dinamização e elaboração de uma Agenda de Investigação e Inovação do Regadio, na perspetiva da constituição de uma referência para a orientação de políticas públicas neste domínio e respetivos instrumentos financeiros.

Por outro lado, posicionando-se numa missão de colaboração estreita com o setor agrícola e os agricultores, o COTR dá prioridade às atividades no âmbito da tecnologia e gestão da rega, desenvolvendo algumas valências como o apoio técnico à gestão da rega, sensibilizando e dando informação de como melhorar o controlo das dotações de água aplicadas na rega, baseado em metodologias de monitorização de campo que permitem determinar o nível ótimo da água a aplicar em cada período fenológico da cultura, de acordo com as interações específicas do solo, planta e clima; o serviço de emissão de boletins agrometeorológicos e de avisos de rega, em que se procura, não só aumentar a eficiência no uso da água, mas também atingir a maior exatidão possível na oportunidade de aplicação, dando resposta às questões técnicas do setor e às pressões ambientais; a auditoria aos sistemas e equipamentos de rega, que possibilitam a identificação do desempenho dos sistemas e permitem, simultaneamente, formar os operadores dos sistemas de rega em alguns aspetos relacionados com a sua manutenção e monitorização; e a atividade de reconhecimento do regante, no âmbito da Ação 7.5, medida do “Uso Eficiente da Água”, do PDR2020, em que, no ano presente, se consuma a última inspeção aos sistemas de rega ao abrigo deste medida agroambiental (…).

Leia o artigo completo na edição de julho 2021.

↓ Subscreva a nossa revista mensal e tenha acesso a este e outros artigos exclusivos: