Na primeira pessoa

❝ Temos de receber um mandato da população de que a água tem de se usar ❞

João Coimbra, produtor de milho e diretor da Anpromis.

  23 / 03 / 2022  〉

“Temos de receber um mandato da população de que a água tem de se usar. Não podemos hesitar. Temos ferramentas para usar a água de forma eficiente. Não podemos admitir que metade da água em Portugal seja concessionada para a produção hidroelétrica. A água tem de dar origem à produção de alimentos, numa Europa deficitária em cereais.”

(Durante o XIII Congresso Nacional do Milho no CNEMA-Centro Nacional de Exposições, em Santarém 1º dia, 23 março de 2022. No painel: A importância da gestão integrada dos recursos hídricos em contexto de alterações climáticas).

A Revista Voz do Campo está a acompanhar os trabalhos. Todo o desenvolvimento brevemente na próxima edição de abril.

Subscreva a nossa revista e mantenha-se permanentemente atualizado: