O Pingo Doce vai prolongar por mais três anos a medida de apoio aos produtores do sector agrícola e agropecuário com que trabalha e que são membros da Confederação dos Agricultores de Portugal.

Esta iniciativa, com uma década de vigência, consiste na antecipação para uma média de 10 dias e sem custos financeiros para os produtores nacionais (micro, pequena e média dimensão), do prazo de pagamento praticado pelo Grupo Jerónimo Martins.

A medida agora renovada entrou em vigor no dia 1 de Maio de 2022.