Agricultura Agrociência Cereais

Ensaio de Crivagem ⋅ Novas variedades de arroz

Autoria:
António Jordão

Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro
Direção de Serviços de Desenvolvimento Agroalimentar, Rural e Licenciamento
Divisão de Apoio à Agricultura e Pescas
*Escrito ao Abrigo do Anterior AO

Parceiros: INIAV/COTArroz, Cadubal, Lusosem, Tecnorisi, Cooperativa Agrícola de Montemor-o-Velho, Mundiarroz, Syngenta, Bayer CropScience e Associação de Beneficiários da Obra de Fomento Hidro-agrícola do Baixo Mondego.

1 – Principais objectivos do ensaio
· Avaliar o comportamento agronómico das cultivares em estudo;
· Determinar o rendimento industrial e a classificação comercial.

2 – Delineamento experimental
O ensaio foi delineado em blocos casualizados, com 4 repetições, com 13 variedades e em que a variedade Ariete foi a testemunha.
A área dos talhões foi de 50 m2 (25 m x 4 m).

3 – Análise de solo

4 – Dados meteorológicos de Montemor-o-Velho, 2021
Ao contrário do que aconteceu nos últimos anos, a precipitação ocorrida no início e no final da campanha foi uniformemente distribuída nos meses de Abril, Setembro e Outubro, correspondendo a mais de 75 % da precipitação caída entre Abril e Outubro, sendo muito escassa desde o início do Verão até ao final de Agosto.
No que diz respeito às temperaturas, não se registaram oscilações nas médias das temperaturas máximas durante o ciclo da cultura.

Já quanto às mínimas, em Maio, no início do desenvolvimento da cultura, ocorreram temperaturas que podem ser consideradas inferiores ao normal, subindo a partir de Junho, mas tal como nas médias das temperaturas máximas, sem picos de oscilação.

Desde 2017 que não se verificava que a média das temperaturas máximas no mês de Setembro fosse inferior à do mês de Agosto (…).

Artigo completo publicado na edição de maio 2022.

Consulte o artigo completo
  • Na Revista Voz do Campo:

Edição de maio ‘2022 ↓

 

Subscreva a nossa revista mensal e mantenha-se atualizado: