Agropecuária Certificação

“É necessário desmistificar a ideia de que a produção de carne é a grande responsável pela emissão de gases com efeito de estufa”

O Grupo Lagoalva é constituído por oito empresas, das quais seis são agropecuárias e florestais, uma dedicada à comercialização de vinhos e Enoturismo e outra de venda de equipamentos e serviços para a agricultura.

O Grupo explora um total de 5600 hectares, maioritariamente de montado de sobro, tendo também áreas florestais com eucalipto, pinhal bravo e manso, bem como áreas agrícolas com cereais e culturas hortoindustriais. Recentemente o Grupo Lagoalva obteve certificação “Pecuária Baixo Carbono”, com a qual alcança mais um objetivo na valorização dos seus produtos e ao mesmo tempo torna as suas explorações agrícolas mais sustentáveis. Quem nos explica melhor o significado desta Certificação para o Grupo Lagoalva é João Fonseca, diretor geral do mesmo, que a vê como um passo na estratégia que é a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

João Fonseca, diretor geral do Grupo Lagoalva.

Como e onde é que a Certificação PBC se aplica dentro da atividade do Grupo?

A certificação PBC aplica-se nas áreas de montado e pastagens que estão afetas à exploração pecuária. As espécies pecuárias produzidas no Grupo Lagoalva são bovinos e ovinos criados em regime de pastoreio extensivo no sob coberto do montado de sobro (…).

Artigo completo publicado na nossa edição de maio 2022.

Mais desenvolvimento deste e outros artigos exclusivos:
  • Na Revista Voz do Campo

Edição de Maio 2022 ↓