Agricultura Ambiente

Descarbonização na Agricultura: rumo a um futuro mais sustentável

Ao longo das últimas décadas, a descarbonização na agricultura tem se tornado cada vez mais permanente.

Dado Portugal ser considerado um país que corre o sério risco, a médio e longo prazo, de se tornar completamente árido e onde o solo se tornará impróprio para cultivo, a ideia de praticar uma agricultura mais sustentável é ainda mais necessária. Desde o uso de novas tecnologias que procuram não só ser mais eficientes como sustentáveis, a novos métodos de agricultura que usam substitutos de combustíveis fósseis, a descarbonização do meio agrícola tem vindo a aumentar de forma considerável. Portugal, enquanto país com imenso potencial energético sustentável, é considerado um país que está numa posição ideal para dar continuidade à descarbonização agrícola, quando comparado a outros países da União Europeia.

Uma das soluções apontadas para diminuir o uso de combustíveis fósseis na agricultura é a substituição destes por combustíveis biológicos, ou seja, obtidos através de material biológico com carácter renovável. O biocombustível pode ser produzido a partir de biomassa com origem em plantas aquáticas e terrestres, resíduos florestais, entre outros. A longo prazo, as vantagens são inúmeras, destacando-se o menor uso de combustíveis fósseis, a sua reutilização, e, a permanente inovação tecnológica gerada para dar continuidade e acelerar este tipo de processo, entre outras (…).

Aceda ao artigo completo na nossa edição de junho 2022.

Autoria:
Laura Tobias Prezado
Licenciada em Biotecnologia pela Universidade de Évora
Mestre em Ciências Biomédicas pelo IHMT, Universidade Nova de Lisboa

Subscreva já e receba todos os meses!
  • Revista Voz do Campo:

Edição de Junho ‘2022 ↓

Subscreva a nossa revista mensal e mantenha-se atualizado: