Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores defende que a nova estrutura do Ministério da Agricultura, mesmo que temporária, não serve um setor que tem ambições de crescimento e investe há décadas na entrada em novos mercados, na inovação e na produção de alimentos essenciais.

A Portugal Fresh, Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal, reclama que seja dada ao sector agroalimentar a importância que este merece e defende mudanças estruturais no Ministério da Agricultura e Alimentação que implicam, não só a manutenção da Secretaria de Estado da Agricultura, como também a criação de uma Secretaria de Estado da Alimentação.

O setor das frutas, legumes, plantas ornamentais e flores tem um volume de negócios de 3841 milhões de euros e representa mais de 40% de todo o setor agrícola. Em 2021 as exportações destes produtos ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 1700 milhões de euros (1731 milhões de euros), atingindo o valor mais alto de sempre.

Sem uma Secretaria de Estado da Agricultura – e também sem uma muito necessária Secretaria de Estado da Alimentação – é impossível conquistar competitividade face aos países do sul da Europa, com quem Portugal concorre diretamente.

A Portugal Fresh enfatiza que a nova estrutura do Ministério da Agricultura, mesmo que temporária, manifestamente não serve um setor que tem ambições de crescimento e investe há décadas na entrada em novos mercados, na inovação e na produção de alimentos essenciais.

“Precisamos de um Ministério da Agricultura e Alimentação robusto e competente capaz de enfrentar os inúmeros desafios e que trabalhe em estreita colaboração com o sector. Só podemos ter a ambição de manter o crescimento do volume de negócios do sector e das suas exportações, melhorando a remuneração aos produtores e tendo uma visão global de mercado. É fundamental reforçar a presença nos mercados que mais valorizam os nossos produtos e procurar novas oportunidades em mercados de valor acrescentado”, defende Gonçalo Santos Andrade, presidente da Portugal Fresh.

 
Recebe em sua casa ou via digital, assine já a Revista Voz do Campo (11 edições/ano)→ SUBSCREVA AQUI ←